sábado, 31 de dezembro de 2011

Herdaremos Todas as Coisas!

O vencedor herdará estas coisas, e Eu lhe serei Deus, e ele Me será filho. Apoc. 21:7.


A fim de herdar todas as coisas, devemos resistir ao pecado e vencê-lo. Podemos ter alegria no Senhor se guardarmos os Seus mandamentos. Caso tenhamos realmente nossa cidadania em cima, e um título a uma herança imortal, uma realidade eterna, possuímos aquela fé que atua pelo amor e purifica a alma. ... Que mais poderíamos pedir? Somos membros da família celestial, filhos do celeste Rei, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo. Por ocasião de Sua vinda, teremos a coroa da vida, coroa incorruptível. – The Youth’s Instructor, 25 de agosto de 1898.
O Rei do Céu gostaria que você possuísse e desfrutasse tudo que possa enobrecer, expandir e exaltar seu ser e fazê-lo apto para morar com Ele para sempre, sua existência comparável à vida de Deus. Que expectativa é a vida por vir! Que encantos possui! Quão amplo, profundo e imensurável é o amor de Deus manifestado pelo homem! –Testemunhos Para a Igreja, vol. 3, pág. 458.
Os privilégios assegurados aos filhos de Deus são sem limites – estar ligados com Jesus Cristo que, pelo universo do Céu e dos mundos não caídos é adorado por todo coração, e Seus louvores entoados por toda língua; ser filhos de Deus, usar o Seu nome, tornar-se membro da família real; achar-se sob a bandeira do Príncipe Emanuel, o Rei dos reis e Senhor dos senhores. – The Youth’s Instructor, 20 de outubro de 1886.
O Filho de Deus é o herdeiro de todas as coisas, e o domínio e a glória dos reinos deste mundo Lhe foram prometidos. ... O que Cristo foi neste mundo, assim devem ser os Seus seguidores. Eles são os filhos de Deus, e co-herdeiros com Cristo; e o reino e o domínio lhes pertencem. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 1, pág. 286.
Em lugar do mundo, Ele lhe dará, por uma vida de obediência, o reino debaixo de todo o céu. Ele lhe dará um "eterno peso de glória" (II Cor. 4:17) e uma vida perdurável como a eternidade. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 2, pág. 44.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Com Cristo em Seu Trono!!!

Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no Meu trono, assim como também Eu venci e Me sentei com Meu Pai no Seu trono. Apoc. 3:21.


Nestas palavras indica-se uma obra individual para cada um de nós. Cumpre-nos fazer decididos esforços para vencer como Cristo venceu. Ninguém é dispensado dessa luta. Se as portas da santa cidade se hão de abrir para nós completamente, se havemos de ver o Rei em Sua beleza, temos de vencer agora como Cristo venceu. ... Ele depôs Suas vestes reais, Sua alta autoridade, as riquezas, e por amor de nós Se fez pobre, a fim de podermos entrar na posse de uma herança imortal. Em nosso favor Ele enfrentou e venceu o príncipe das trevas. ...
A lição do domínio próprio deve começar com a criança nos braços maternos. Cumpre ensinar à criança que sua vontade precisa ser posta em sujeição. ... Quem são essas crianças confiadas ao nosso cuidado? – Os membros mais novos da família do Senhor. Ele diz: Tome essas crianças e eduque-as... de maneira que sejam polidas à semelhança de um palácio, preparadas para brilhar nas cortes de Minha casa. Quão importante essa obra! ... Lembrem-se de que o Criador do Universo lhes dará auxílio em sua obra. Em Sua força, e por Seu nome, podem levar seus filhos a serem vencedores. Ensinem-nos a olhar a Deus em busca de forças. Digam-lhes que Ele lhes escuta as orações. Ensinem-nos a vencer o mal com o bem. A exercerem influência no sentido de elevar, enobrecer. Levem-nos a se unirem a Deus, e então, terão forças para resistir à mais forte tentação. Receberão assim a recompensa do vencedor. – Review and Herald, 9 de julho de 1901.
Perdem por não estudar com mais diligência e cuidado a vida de Cristo. Aí... podem ver as vitórias que têm a ganhar... a fim de obter o precioso vestido branco de um caráter imaculado, e estar por fim irrepreensíveis diante do trono de Deus. "Ao vencedor", promete o Salvador, "dar-lhe-ei sentar-se comigo no Meu trono, assim como também Eu venci e Me sentei com Meu Pai no Seu trono." Apoc. 3:21. – The Youth’s Instructor, 10 de outubro de 1883.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Colunas no Templo de Deus

Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do Meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do Meu Deus, o nome da cidade do Meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do Meu Deus, e o Meu novo nome. Apoc. 3:12.


A única esperança de qualquer homem, reside em Jesus Cristo. ... As vestes puras e santas não estão preparadas para serem vestidas por ninguém depois de ele haver entrado pelas portas da cidade. Todos quantos entrarem trajarão o vestido da justiça de Cristo, e o nome de Deus estará em sua testa. Este nome foi o símbolo que o apóstolo viu em visão, e significa a entrega da mente a uma obediência inteligente e leal a todos os mandamentos de Deus. – The Youth’s Instructor, 18 de agosto de 1886.
O conflito por que estamos passando é o último que teremos neste mundo. Achamo-nos no meio do mesmo. Dois partidos estão lutando pela supremacia. Nesse conflito não nos é possível ficar neutros. Ou ficamos de um lado, ou do outro. Se tomarmos posição ao lado de Cristo, se O reconhecermos diante do mundo por palavras e obras, estaremos dando um vivo testemunho quanto Àquele que escolhemos servir e honrar. Neste importante período da história terrestre, não nos podemos permitir deixar ninguém em incerteza quanto ao lado a que pertencemos. ...
A fim de obter a vitória sobre qualquer assalto do inimigo, precisamos lançar mão de um poder que se acha fora e acima de nós. Importa mantermos constante e viva ligação com Cristo, que tem poder para dar a vitória a toda pessoa que mantiver uma atitude de fé e humildade. ... Como os que esperam receber a recompensa do vencedor, cumpre-nos avançar na luta cristã, embora a cada passo em frente, encontremos oposição. ... Não devemos ceder nem um ponto em que já obtivemos a vitória. Como vencedores, devemos reinar com Cristo nas cortes celestes; e precisamos vencer pelo sangue do Cordeiro e a palavra de nosso testemunho. "Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do Meu Deus." Apoc. 3:12. – Review and Herald, 9 de julho de 1908.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Seremos Apresentados ao Pai

O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do livro da vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de Meu Pai e diante dos Seus anjos. Apoc. 3:5.


A expressão "o vencedor" indica haver alguma coisa para cada um de nós vencermos. O vencedor deve ser vestido com os vestidos brancos da justiça de Cristo, e está escrito a seu respeito: "E de modo nenhum apagarei o seu nome do livro da vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de Meu Pai e diante dos Seus anjos." Apoc. 3:5. Oh, que privilégio ser vencedor, e ter nosso nome apresentado diante do Pai pelo próprio Salvador! – Review and Herald, 9 de julho de 1908.
Que preciosa afirmação se encerra nessa promessa! Que maior incentivo nos poderia ser apresentado para tornar-nos filhos e filhas de Deus? Quem se revestirá de toda a armadura? Quem se alistará sob a bandeira ensangüentada do Príncipe Emanuel? ... A todo filho de Deus tentado e em luta pode vir divina iluminação, de modo que ele não precise cair na batalha contra os poderes das trevas, mas seja vencedor em todo combate. – The Youth’s Instructor, 6 de setembro de 1894.
A veste imaculada da justiça de Cristo é colocada sobre os filhos de Deus provados, tentados e todavia fiéis. ... Seus nomes são conservados no livro da vida do Cordeiro, registrados entre os fiéis de todos os séculos. Eles resistiram aos ardis do enganador; não se desviaram de sua fidelidade pelo rugir do dragão. Agora, acham-se eternamente em segurança contra as astúcias do tentador. ... Os remanescentes não somente são perdoados e aceitos, mas honrados. "Um turbante limpo" (Zac. 3:5) lhes é colocado na cabeça. Devem ser reis e sacerdotes para Deus. Enquanto Satanás insistia em suas acusações e procurava destruir esse grupo, santos anjos, invisíveis, estavam indo de um lado para outro, colocando sobre eles o selo do Deus vivo. Esses são os que se acham sobre o monte de Sião com o Cordeiro, tendo o nome do Pai escrito em sua fronte. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 5, pág. 475.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

"Andaremos de Branco"

Tens, contudo, em Sardes umas poucas pessoas que não contaminaram as suas vestiduras e andarão de branco junto comigo, pois são dignas disso. Apoc. 3:4.


Quando, como vencedores, formos vestidos "de vestes brancas", o Senhor reconhecerá nossa fidelidade tão verdadeiramente como o fez nos dias da primitiva igreja cristã àquelas "umas pessoas" em Sardes, "que não contaminaram as suas vestiduras"; e andaremos com Ele de branco, pois por Seu sacrifício expiatório, seremos considerados dignos. ...
Em vista dessas animadoras promessas, quão diligentemente nos devemos esforçar por aperfeiçoar um caráter que nos habilite a subsistir perante o Filho de Deus! Unicamente os que se acham revestidos de Sua justiça poderão suportar a glória de Sua presença, quando Ele aparecer com "poder e grande glória". Luc. 21:27.
Significa muito ser um vencedor. Cumpre que resistamos com firmeza a todos os assaltos do inimigo e a todos os seus maus instrumentos. Precisamos estar em guarda a todo o momento. Nem por um instante devemos perder de vista a Jesus e a Seu poder de salvar na hora da provação. Precisamos pôr a mão em Sua mão, a fim de sermos sustentados por Sua força. – Review and Herald, 9 de julho de 1908.
Se devem sentar-se à mesa de Cristo, e banquetear-se com as provisões por Ele fornecidas nas bodas do Cordeiro, precisam ter uma vestimenta especial, chamada a veste de bodas, que é a veste branca da justiça de Cristo. Todos aqueles que acham trajados com esse vestido, são chamados a entrar na cidade de Deus; e se Jesus não houvesse tido tanto desejo de que vocês tivessem um lugar nas mansões que Ele foi preparar para os que O amam, não teria, por tão alto custo para Si mesmo, tomado todas essas providências para que possam ser felizes e sentar-se à Sua mesa e fruir o lar que foi preparar para Sua família redimida. – The Youth’s Instructor, 11 de agosto de 1886.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

"Receberemos Vida Sem Fim"

O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte. Apoc. 2:11.


"O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor." Rom. 6:23. Ao passo que a vida é a herança dos justos, a morte é a porção dos ímpios. Moisés declarou a Israel: "Vê que proponho, hoje, a vida e o bem, a morte e o mal." Deut. 30:15. A morte a que se faz referência nestas passagens não é a que foi pronunciada sobre Adão, pois a humanidade toda sofre a pena de sua transgressão. É a "segunda morte" que se põe em contraste com a vida eterna.
Em conseqüência do pecado de Adão, a morte passou a toda a raça humana. Todos semelhantemente descem ao sepulcro. E, pelas providências do plano da salvação, todos devem ressurgir da sepultura. "Haverá ressurreição, tanto de justos como de injustos" (Atos 24:15); "assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo." I Cor. 15:22. Uma distinção, porém, se faz entre as duas classes que ressuscitam. "Todos os que se acham nos túmulos ouvirão a Sua voz e sairão; os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo." João 5:28 e 29. Os que foram "tidos por dignos" da ressurreição da vida são "bem-aventurados e santos". "Sobre esses a segunda morte não tem autoridade." Apoc. 20:6. Os que, porém, não alcançaram o perdão, mediante o arrependimento e a fé, devem receber a pena da transgressão: "o salário do pecado". – O Grande Conflito, pág. 544.
Disse o anjo: "Satanás é a raiz, seus filhos são os ramos. Estão agora consumidos, raiz e ramos. Morreram morte eterna. Jamais deverão ter ressurreição, e Deus terá um Universo puro." ... E todo o exército dos remidos, velhos e jovens, grandes e pequenos, lançavam as brilhantes coroas aos pés de seu Redentor, e prostravam-se em adoração perante Ele; e adoravam Aquele que vive para todo o sempre. A linda Terra nova, com toda a sua glória, era a herança eterna dos santos. – Primeiros Escritos, pág. 295.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Teremos Autoridade Sobre as Nações!!!

Ao vencedor, que guardar até ao fim as Minhas obras, Eu lhe darei autoridade sobre as nações. Apoc. 2:26.



Foi nosso Senhor mesmo que prometeu a Seus discípulos: "E, quando Eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde Eu estou, estejais vós também." João 14:3. Foi o compassivo Salvador que, antecipando-Se aos sentimentos de solidão e tristeza de Seus seguidores, incumbiu anjos de confortá-los com a certeza de que Ele viria outra vez, em pessoa, assim como fora para o Céu. Estando os discípulos a olhar atentamente para cima a fim de apanhar o último vislumbre dAquele a quem amavam, sua atenção foi despertada pelas palavras: "Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao Céu virá do modo como O vistes subir." Atos 1:11. Pela mensagem do anjo acendeu-se de novo a esperança. Os discípulos "voltaram para Jerusalém, tomados de grande júbilo; e estavam sempre no templo, louvando a Deus". Luc. 24:52 e 53. Não se regozijavam porque Jesus deles Se houvesse separado, e tivessem sido deixados a lutar com as provações e tentações do mundo, mas por causa da certeza dada pelo anjo de que Ele viria outra vez.
A proclamação da vinda de Cristo deveria ser agora, como quando fora feita pelos anjos aos pastores de Belém, boas-novas de grande alegria. Os que realmente amam ao Salvador saudarão com alegria o anúncio baseado na Palavra de Deus, de que Aquele em quem se centralizam as esperanças de vida eterna, vem outra vez, não para ser insultado, desprezado e rejeitado, como se deu no primeiro advento, mas com poder e glória, para remir Seu povo. – O Grande Conflito, págs. 339 e 340.
O evangelho deve avançar de conquista em conquista, de vitória em vitória. A grandeza do reino debaixo de todo o céu será dada ao povo dos santos do Altíssimo, e eles tomarão o reino e o possuirão para todo o sempre. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 9, pág. 219.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Comeremos da Árvore da Vida

Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus. Apoc. 2:7.


Em face da próxima vinda do Senhor, quão zelosos devemos ser na formação de caracteres segundo a semelhança divina! ...
"Eu sou o Alfa é o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim. Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas." Apoc. 22:13 e 14. Não é isso digno de que nos esforcemos por alcançar? Se perdermos o Céu, perdemos tudo, e não há nenhum de nós que se possa permitir isso. Caso conservemos em vista as alegrias eternas que aguardam ao vencedor, e confiemos em Cristo enquanto lutamos pela perfeição do caráter, acaso pensam que seremos infelizes? Tornar-nos-ia infelizes imitar o exemplo de Cristo, de abnegação e de serviço? ...
Estamos em busca da vida que se mede pela vida de Deus; portanto, nossa natureza deve ser posta em conformidade com a vontade de Deus. Precisamos dirigir a obra de nossa vida de tal maneira, que nos possamos dirigir a Deus com confiança e abrir perante Ele o coração, contando-Lhe nossas necessidades, e acreditando que Ele ouve e nos dará graça e força para cumprir os princípios da Palavra de Deus. O que queremos é o Céu, a coroa do vencedor, uma entrada pelas portas da cidade de Deus, o direito de comer da árvore da vida que está no meio do Paraíso de Deus. Queremos ver o Rei em Sua beleza. Conservemos então diariamente nossos olhos fixos em Cristo, a perfeição do caráter humano, e apoderando-nos de Sua divindade teremos a força divina para ajudar-nos a vencer toda má tendência e desejo. – Manuscrito 87, 1909.
Dou graças a Deus por... uma fé que penetra o futuro, e vê a árvore da vida. Nela há preciosos frutos, e as folhas da árvore são para a saúde das nações. Não mais corações quebrantados, não mais tristeza, não mais pecados, não mais dor, não mais sofrimento naquele reino de glória. – Review and Herald, 23 de dezembro de 1884.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Herdaremos o Reino

Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Mat. 25:34.


Toda ação nossa em ajudar o povo de Deus será recompensada como feita a Ele mesmo.
No dia do ajuste final, Cristo não apresenta perante os homens a grande obra feita por Ele em seu benefício, dando a vida pela redenção deles. Apresenta-lhes a obra fiel que eles fizeram em Seu favor. Que amor inexcedível! Ele menciona mesmo a obra dos gentios, que não têm conhecimento inteligente da lei do Senhor, mas que fizeram justamente aquilo que a lei exigia, porque deram ouvidos à voz que lhes falava nas coisas da natureza. Quando o Espírito Santo implanta o espírito de Cristo no coração do selvagem, e ele favorece aos servos de Deus o avivamento da simpatia do coração é contrário à sua natureza, contrário à educação que ele recebeu. A graça de Deus, atuando no espírito entenebrecido, abrandou a natureza selvagem, não ensinada pela sabedoria humana. ...
Cristo implanta Sua graça no coração do selvagem, e este ministra à necessidade do missionário mesmo antes de haver ouvido ou compreendido as palavras de verdade e de vida. Vejam aquela turba aglomerada em torno do servo de Deus para lhe fazer mal! Mas o Senhor está atuando no coração e na mente de um homem, talvez, para interceder em favor de Seu servo; e quando o concílio determinou tirar a vida do cristão, a intercessão desse selvagem muda a decisão, e a vida do missionário é poupada. Oh, o amor que se estende ao selvagem por esse único ato! A esses diz Cristo no Juízo: "Tive fome, e Me destes de comer; tive sede, e Me destes de beber; era forasteiro, e Me hospedastes; estava nu, e Me vestistes; enfermo, e Me visitastes; preso, e fostes ver-Me." Mat. 25:35 e 36. "Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." Mat. 25:34. – Review and Herald, 20 de setembro de 1898.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A Multidão na Cidade de Deus!!!

Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos. Apoc. 7:9.


Entre os habitantes do mundo, espalhados por toda a Terra, há os que não têm dobrado os joelhos a Baal. Como as estrelas do céu, que aparecem à noite, esses fiéis brilharão quando as trevas cobrirem a Terra, e densa escuridão os povos. Na África pagã, nas terras católicas da Europa e da América do Sul, na China, na Índia, nas ilhas do mar e em todos os escuros recantos da Terra, Deus tem em reserva um firmamento de escolhidos que brilharão em meio às trevas, revelando claramente a um mundo apóstata o poder transformador da obediência a Sua lei. Mesmo agora eles estão aparecendo em toda nação, entre toda língua e povo; e na hora da mais profunda apostasia, quando o supremo esforço de Satanás for feito no sentido de que "todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos" (Apoc. 13:16), recebam, sob pena de morte, o sinal de submissão a um falso dia de repouso, esses fiéis, "irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta", resplandecerão "como luzeiros no mundo". Filip. 2:15. Quanto mais escura a noite, com maior brilho eles refulgirão. – Profetas e Reis, págs. 188 e 189.
Lembremo-nos de que deverá ocorrer num futuro não muito distante uma grande reunião. Acha-se diante de nós a vida eterna, e a cidade de Deus. Ali estarão os anjos de Deus, e Cristo ali estará. – Manuscrito 101, 1908.
Os portais da cidade hão de girar em seus brilhantes gonzos, e ali entrarão as nações que houverem observado a verdade. Uma coroa será colocada em cada fronte. Proferir-se-ão as palavras: "Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." Mat. 25:34. Para quem está ele preparado? – Para os obedientes: os que guardam os Seus mandamentos, e Lhe fazem a vontade. ... Ele quer que, enquanto os santos anjos tocam suas harpas, vocês os acompanhem, cantando o cântico de triunfo na cidade de Deus. – Manuscrito 113, 1908.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

"Receberemos a Coroa da Vida"

Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que O amam. Tia. 1:12.


Quando o Senhor recolher as Suas jóias, os fiéis, os honestos, os sinceros, serão vistos com prazer. Os anjos acham-se empregados em fazer coroas para esses, e nessas coroas cravejadas de estrelas se refletirá com esplendor, a luz irradiante do trono de Deus. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 5, pág. 96.
Falem nas coisas celestes. Falem em Jesus, em Sua amabilidade e glória, e em Seu imperecível amor por vocês, e deixem que o coração lhes transborde de amor e gratidão para com Ele, que morreu para salvá-los. Oh, preparem-se para encontrar-se com seu Senhor em paz! Os que estiverem preparados receberão em breve uma incorruptível coroa de vida, e habitarão para sempre no reino de Deus, com Cristo, com os anjos, e com os que foram redimidos pelo precioso sangue de Cristo. – The Youth’s Instructor, dezembro de 1852.
Uma coroa de glória... nos está reservada, a nós que esperamos e amamos e anelamos o aparecimento do Salvador. Serão os expectantes que hão de ser coroados de glória, honra e imortalidade. Não necessitam falar das honras do mundo, ou do louvor de seus grandes. São todos vaidade. Toque-lhes tão-somente o dedo de Deus, e voltarão prontamente ao pó outra vez. Eu quero honra perdurável, honra imortal, honra que jamais perecerá; uma coroa mais preciosa do que qualquer uma das que já ornaram a fronte de um rei. – Review and Herald, 17 de agosto de 1869.
Os que não quiseram que Ele reinasse sobre eles, vê-Lo-ão rodeado do exército dos remidos, cada um dos quais apresenta a frase: "O Senhor, Justiça Nossa. ..." Jer. 23:6. Naquele dia os remidos refletirão a glória do Pai e do Filho. Os anjos do Céu, tocando suas harpas de ouro, darão as boas-vindas ao Rei, e aos que são os troféus de Sua vitória – os que foram lavados e embranquecidos no sangue do Cordeiro. Ressoará um canto de triunfo, enchendo todo o Céu. Cristo venceu. Entra nas cortes celestes acompanhado daqueles que redimiu, as testemunhas de que Sua missão de sofrimento e sacrifício não foi em vão. – Review and Herald, 24 de novembro de 1904.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Todas as Nações Reunidas!!!

E todas as nações serão reunidas em Sua presença, e Ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas. Mat. 25:32.


A cena do juízo terá lugar na presença de todos os mundos; pois nesse juízo será reivindicado o governo de Deus, e Sua lei apresentar-se-á como "santa, e justa, e boa". Então será decidido todo caso, e dada a todos a sentença. Então, o pecado não parecerá atrativo, mas será visto em toda a espantosa magnitude. – Review and Herald, 20 de setembro de 1898.
"E todas as nações serão reunidas em Sua presença." Mat. 25:32. ... Todo ato grande ou pequeno, deve ser apresentado a exame. O que era considerado trivial aqui, aparecerá então em seu verdadeiro aspecto. As duas moedinhas da viúva serão então reconhecidas. O copo de água fria dado, a prisão visitada, o faminto alimentado – cada um trará sua recompensa. E aquele dever não cumprido, aquele ato egoísta, não serão esquecidos. No franco tribunal em torno do trono de Deus, parecerá muito diverso de quando foi praticado. ... Ver-se-á que esses prazeres e condescendências egoístas tornaram o ser humano mais amante do prazer do que de Deus. ... Mas não é preciso que ninguém se engane; e não seremos enganados, caso tenhamos nos colocado decididamente ao lado de Cristo para segui-Lo, por infâmia ou por boa fama. A cabeça da serpente será em breve ferida e esmagada. ... Então o paraíso perdido será o paraíso restaurado. – Review and Herald, 5 de setembro de 1899.
O caráter que manifestarmos agora decidirá nosso futuro destino. Encontraremos a felicidade do Céu pondo-nos em conformidade com a vontade de Deus, e se os homens se tornarem membros da família real no Céu, será porque para eles o Céu começou na Terra. ... Os justos levarão toda graça, aptidão preciosa e santificada, para as cortes do alto, e trocarão a Terra pelo Céu. Deus sabe quem são os súditos leais e fiéis de Seu reino na Terra e os que fizerem Sua vontade aqui no mundo tal como é feita no Céu, serão tornados membros da família real de cima. – Review and Herald, 26 de março de 1895.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

"Então os Vivos Serão Arrebatados"

Depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. I Tess. 4:17.


Jesus está para vir, porém não como em Seu primeiro advento, como a criancinha de Belém; não como Ele entrou em Jerusalém cavalgando um jumento, ocasião em que os discípulos louvavam a Deus com grande voz, exclamando: Hosana; mas na glória do Pai, e com toda a comitiva de santos anjos com Ele, escoltando-O em Seu caminho para a Terra. Todo o Céu ficará vazio de anjos. Enquanto isso os expectantes santos O estarão a olhar, olhos fixos no Céu, como estavam os "varões galileus" (Atos 1:11) quando Ele subiu do monte das Oliveiras. Então, unicamente os que estiverem santos, os que seguiram plenamente o manso Modelo, hão de, com enlevado júbilo, exclamar ao vê-Lo: "Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e Ele nos salvará." Isa. 25:9. E serão transformados "num momento, num abrir e fechar d’olhos, ao ressoar da última trombeta" (I Cor. 15:52), que desperta os santos mortos, e os chama dos leitos poeirentos, revestidos de gloriosa imortalidade, bradando: Vitória! Vitória! sobre a morte e o sepulcro. Os santos transformados são arrebatados todos juntamente com eles a encontrar o Senhor nos ares, para nunca mais se separarem do objeto de seu amor. – Review and Herald, 10 de junho de 1852.
Dos fiéis seguidores, Cristo tem sido companheiro diário, amigo familiar. Viveram em contato íntimo, em comunhão constante com Deus. A glória de Deus resplandeceu sobre eles. Refletiu-se neles a luz do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. Agora se regozijam nos raios não ofuscados do resplendor e glória do Rei, em Sua majestade. Estão preparados para a comunhão do Céu; pois têm o Céu no coração.
De fronte erguida, os brilhantes raios do Sol da Justiça sobre eles resplandecendo, com júbilo porque sua redenção se aproxima, saem ao encontro do Esposo, dizendo: "Eis que Este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e Ele nos salvará." Isa. 25:9. – Parábolas de Jesus, pág. 421.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Os Mortos em Cristo Ressuscitarão Primeiro

Porquanto o Senhor mesmo, dada a Sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. I Tess. 4:16.


O Doador da vida chamará Sua adquirida possessão na primeira ressurreição dos mortos, e até àquela hora triunfante, quando a última trombeta soar e o vasto exército sair para a eterna vitória, todo santo que dorme o sono da morte será guardado como jóia preciosa, conhecida de Deus por nome. Pelo poder do Salvador que neles habitava quando vivos, e por terem sido participantes da natureza divina, eles são ressuscitados dentre os mortos. – Carta 65a, 1894.
"Vem a hora", disse Cristo, "em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão Sua voz e sairão." João 5:28. Aquela voz há de ressoar por todas as moradas dos mortos; e todo santo que dorme em Jesus despertará e sairá de sua prisão. Então à virtude de caráter que recebemos da justiça de Cristo nos unirá à verdadeira grandeza da mais elevada ordem. – Review and Herald, 20 de setembro de 1898.
A vitória dos santos mortos será gloriosa na manhã da ressurreição. ... O Doador da vida coroará de imortalidade a todos quantos saem dos sepulcros. – The Youth’s Instructor, 11 de agosto de 1898.
Ali está a multidão ressuscitada. O último pensamento foi da morte e suas angústias. Os últimos pensamentos que eles tiveram foi em torno da cova e do sepulcro, mas agora proclamam: "Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?" I Cor. 15:55. ... Ei-los aí estão, e o toque final da imortalidade lhes é dado, e ascendem para encontrarem-se com Seu Senhor nos ares. ... Há colunas de anjos de ambos os lados; ... então o coro angélico faz soar a nota da vitória, e os anjos que se acham em ambas as colunas irrompem no canto, e o exército dos remidos se une como se houvessem estado a cantar aquele cântico na Terra, e de fato estiveram. Oh, que música! Não há uma nota desarmoniosa. Toda voz proclama: "Digno é o Cordeiro que foi morto." Apoc. 5:12. Ele vê o trabalho de Sua alma, e fica satisfeito. – Manuscrito 18, 1894.

sábado, 17 de dezembro de 2011

Os Fiéis da Terra Serão Salvos!

E ele enviará os Seus anjos, com grande clanglor de trombeta, os quais reunirão os Seus escolhidos, dos quatro ventos de uma a outra extremidade dos céus. Mat. 24:31.


No poder dAquele que cavalga vitorioso e para vencer, pode o homem fraco e finito obter vitória. – Manuscrito 151, 1899.
O Leão de Judá, tão terrível para os que rejeitam Sua graça, será o Cordeiro de Deus para os obedientes e fiéis. A coluna de fogo que fala de terrores e indignação para o transgressor da lei de Deus, é um sinal de luz, misericórdia e livramento para os que guardaram os Seus mandamentos. O braço forte que aniquila o rebelde será forte para libertar os fiéis. Todo o que for fiel será salvo. "E Ele enviará os Seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os Seus escolhidos, de uma a outra extremidade dos céus." Mat. 24:31.
Em comparação com os milhões do mundo, o povo de Deus será, como tem sido sempre, um pequeno rebanho; mas se permanecerem na verdade como revelada em Sua Palavra, Deus será seu refúgio. Permanecerão sob o amplo abrigo da Onipotência. Deus é sempre a maioria. Quando o som da última trombeta penetrar a prisão dos mortos, e os justos saírem triunfantes, exclamando: "Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão" (I Cor. 15:55), para permanecerem então com Deus, com Cristo, com os anjos e com os leais e fiéis de todos os tempos, os filhos de Deus serão a grande maioria. ...
Em santa visão o profeta contemplou o triunfo final da igreja remanescente de Deus. Ele escreve:
"Vi como que um mar de vidro, mesclado de fogo, e os vencedores da besta... que se achavam em pé no mar de vidro, tendo harpas de Deus; e entoavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e admiráveis são as Tuas obras, Senhor Deus, Todo-poderoso! Justos e verdadeiros são os Teus caminhos, ó Rei dos nações." Apoc. 15:2 e 3. – Atos dos Apóstolos, págs. 589 e 590.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Cristo Virá com Poder e Grande Glória!

Quando vier o Filho do homem na Sua majestade e todos os anjos com Ele, então, Se assentará no trono da Sua glória. Mat. 25:31.


Nenhuma linguagem humana pode descrever as cenas da segunda vinda do Filho do homem nas nuvens do céu. ... Ele virá trajado de uma veste de luz, por Ele usada desde os dias da eternidade. Acompanhá-Lo-ão os anjos. Milhares de milhares e milhões de milhões O escoltarão. Ouvir-se-á o som da trombeta, chamando da sepultura os santos mortos. A voz de Cristo penetrará o túmulo, e os ouvidos dos mortos, e "todos os que se acham nos túmulos... sairão". João 5:28 e 29. – Review and Herald, 15 de setembro de 1899.
Cristo virá com poder e grande glória. Virá revestido de Sua própria glória, e da glória do Pai. E os santos anjos O assistem no Seu trajeto. Enquanto todo o mundo está imerso em trevas, haverá luz em toda habitação dos santos. Eles surpreenderão a primeira luz de Seu segundo aparecimento. A luz imaculada irromperá do Seu esplendor, e Cristo o Redentor será admirado por todos os que O têm servido. Enquanto os ímpios fogem, os seguidores de Cristo regozijam-se em Sua presença. – Profetas e Reis, pág. 720.
"Assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra até no Ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do homem." Mat. 24:27. Ele deverá ser acompanhado de todas as hostes celestiais. ... "Ele enviará os Seus anjos, com grande clanglor de trombeta, os quais reunirão os Seus escolhidos." Mat. 24:31. ...
Não poderá o Seu povo receber o reino antes do advento pessoal de Cristo. ... O homem, em seu estado presente, é mortal, corruptível; o reino de Deus, porém, será incorruptível, permanecendo para sempre. Portanto, o homem, em sua condição atual, não pode entrar no reino de Deus. Mas, em vindo Jesus, confere a imortalidade a Seu povo; e então os chama para possuírem o reino de que até ali têm sido apenas herdeiros. – O Grande Conflito, págs. 322 e 323.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ele nos Chama Para as Bodas!!!

Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. Apoc. 19:9.


O Senhor Jesus está provando os corações humanos, por meio da concessão de Sua misericórdia e graça abundantes. Está efetuando transformações tão admiráveis que Satanás, com toda a sua vanglória de triunfo, com toda a sua confederação para o mal, reunida contra Deus e contra as leis de Seu governo, fica a olhá-las como a uma fortaleza, inexpugnável aos seus sofismas e enganos. São para ele um mistério incompreensível. Os anjos de Deus, serafins e querubins, potestades encarregadas de cooperar com as forças humanas, vêem, com admiração e alegria, que homens decaídos, que eram filhos da ira, estejam por meio do ensino de Cristo formando caráter segundo a semelhança divina, para serem filhos e filhas de Deus, e desempenharem um papel importante nas ocupações e prazeres do Céu.
À Sua Igreja deu Cristo amplas possibilidades, para que viesse a receber de Sua possessão resgatada e comprada um grande tributo de glórias. A Igreja, revestida da justiça de Cristo, é Sua depositária, na qual as riquezas de Sua misericórdia, amor e graça, se hão de por fim revelar plenamente. A declaração que fez em Sua oração intercessora, de que o amor do Pai é tão grande para conosco como para consigo mesmo, na qualidade de Filho unigênito, e que estaremos com Ele onde estiver, e que seremos um com Cristo e o Pai, é uma maravilha para o exército celestial, e constitui sua grande alegria. O dom de Seu Espírito Santo, rico, pleno e abundante, deve ser para Sua Igreja semelhante a uma protetora muralha de fogo, contra que não prevalecerão os poderes do inferno. Na imaculada pureza e perfeição de Seu povo, Cristo vê a recompensa de todos os Seus sofrimentos, humilhação e amor, e como suplemento de Sua glória – sendo Ele o grande centro de que irradia toda glória. "Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro." Apoc. 19:9. – Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, págs. 18 e 19.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

O Tempo da Graça Terminará em Breve!!!

Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo; o justo continue na prática da justiça, e o santo continue a santificar-se. Apoc. 22:11.


Todos quantos quiserem que seus nomes sejam conservados no livro da vida, devem agora, nos poucos dias de graça que têm, afligir diante de Deus o seu coração em tristeza pelo pecado e em verdadeiro arrependimento. Precisa haver profundo e fiel exame de coração. O espírito leviano, frívolo com que condescendem muitos cristãos professos, precisa ser afastado. Há uma séria luta diante de todos quantos queiram subjugar as más tendências que combatem pela supremacia. A obra de preparo é uma obra individual. Não somos salvos em grupos. A pureza e a devoção de um não contrabalança a falta dessas qualidades em outro. ... Cada um precisa ser provado e achado sem mácula nem ruga ou coisas semelhantes.
Solenes são as cenas relacionadas com a obra final da expiação. Momentosos os interesses nela envolvidos. Está agora em andamento o juízo no santuário do Céu. ... Na majestosa presença de Deus deve nossa vida passar em revista. ...
Ao encerrar-se a obra do juízo investigativo, o destino de todos terá sido decidido para a vida ou para a morte. O tempo de graça terminará pouco antes do aparecimento do Senhor nas nuvens do céu. ... Perigosa é a condição dos que, cansando-se de vigiar, volvem-se para as atrações do mundo. Enquanto o homem de negócios se acha absorvido na perseguição do ganho, enquanto o amante de prazeres busca satisfações; enquanto a filha da moda prepara os seus adornos – talvez naquela hora o Juiz de toda a Terra pronuncie a sentença: "Pesado foste na balança e achado em falta." Dan. 5:27.
Silencioso, desapercebido como o ladrão à meia-noite, virá a hora decisiva que assinala a fixação do destino de cada homem, a final retirada do oferecimento da misericórdia aos homens culpados.
"Vigiai, pois, ... para que, vindo ele inesperadamente, não vos ache dormindo." Mar. 13:35 e 36. – Review and Herald, 9 de novembro de 1905.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

"Ele Será Para Nós um Santuário"

Pois, no dia da adversidade, Ele me ocultará no Seu pavilhão; no recôndito do Seu tabernáculo, me acolherá; elevar-me-á sobre uma rocha. Sal. 27:5.


Há para o cristão sincero e fiel, regozijo e consolação que o mundo não conhece. Isso lhe é um mistério. A esperança do cristão acha-se repleta de imortalidade e plena de glória. Ela penetra para além do véu, e é uma âncora para a alma, âncora a um tempo segura e firme. E quando sobrevier aos ímpios a tempestade da ira de Deus, esta esperança não lhes falhará, a eles cristãos, porém hão de estar no oculto de Seu pavilhão. – The Youth’s Instructor, maio de 1854.
Acham-se diante de nós tempos difíceis; os juízos de Deus estão a cair sobre o mundo. As nações da Terra deverão tremer. Haverá provas e dificuldades por toda a parte; o coração dos homens desfalecerá de temor. E que faremos nós naquele dia? Ainda que a Terra cambaleie como um bêbado, e seja removida como a choça, se fizemos de Deus a nossa confiança, Ele nos livrará. "Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará." Sal. 91:1, ARC. "Pois disseste: O Senhor é o meu refúgio. Fizeste do Altíssimo a tua morada. Nenhum mal te sucederá. ... Porque aos Seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos." Sal. 91:9-11. – Review and Herald, 15 de março de 1887.
Cristo vê a terminação do conflito. A batalha torna-se cada vez mais difícil. Em breve há de vir Aquele a quem pertence o direito, e tomará posse de todas as coisas terrenas. Toda a confusão existente em nosso mundo, toda a violência e crime, são cumprimento das palavras de Cristo.
Estas coisas são os sinais da proximidade de Sua vinda. Naquele dia em que há de vir, Cristo guardará os que O seguiram, a Ele, o Caminho, a Verdade e a Vida. Ele Se comprometeu a ser-lhes santuário. Diz-lhes: Entre num seguro retiro por um momento, e esconda-se até que Eu tenha purificado a Terra de Sua iniqüidade. – Carta 264, 1903.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Protetor e Vingador dos Seus!!!

Não fará Deus justiça aos Seus escolhidos, que a Ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? Luc. 18:7.


Neste tempo, em que grande luz é irradiada da Palavra de Deus, tornando obscuros mistérios claros como o dia, estamos no dia da misericórdia, da esperança, da alegria e da certeza a todos que por ele querem ser beneficiados, a todos quantos abrirem a mente e o coração aos vívidos raios do Sol da Justiça. ...
Há diligentes estudantes da Palavra da profecia em todas as partes do mundo, os quais estão obtendo luz e maior luz ainda da pesquisa das Escrituras. Isso se verifica acerca de todas as nações, de todas as tribos, de todos os povos. Esses virão dos mais grosseiros erros, e tomarão o lugar dos que têm tido oportunidades e privilégios e os não têm apreciado. ... Estamos agora fazendo nossa escolha, e discerniremos em breve entre o que serve a Deus e o que não O serve. ...
De tempos em tempos o Senhor tem feito conhecida Sua maneira de atuar. ... E ao sobrevir uma crise, Ele tem Se revelado, e interposto na realização dos planos de Satanás. Tem permitido muitas vezes que as coisas quanto às nações, às famílias, e aos indivíduos cheguem a uma crise, a fim de se tornar notável Sua interferência. Então tem dado a conhecer que há um Deus em Israel, que sustém e vinga o Seu povo.
Quando o desafio à lei de Jeová for quase universal, quando Seu povo estiver oprimido na aflição por parte de seus semelhantes, Deus Se interporá. Serão atendidas as fervorosas orações de Seu povo, pois Lhe apraz que Seu povo O busque de todo o coração, e nEle confie como seu Libertador. Ele será buscado para fazer essas coisas por Seu povo. ... A promessa é: "Não fará Deus justiça aos Seus escolhidos, que a Ele clamam dia e noite ...?" Luc. 18:7. – General Conference Bulletin, 1900.

domingo, 11 de dezembro de 2011

"Apressando Sua Volta"

Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade. II Ped. 3:11.


Muitos dos que professam estar aguardando a breve vinda de Cristo, estão se conformando com este mundo, e buscam mais diligentemente os aplausos dos que os rodeiam, do que a aprovação de Deus. ...
Muitos desses professos cristãos se vestem, conversam e agem como o mundo, e a única coisa pela qual são conhecidos, é sua profissão de fé. Embora professem esperar a Cristo, sua conversação não é acerca do Céu, mas das coisas mundanas.
"Que pessoas" devem ser "em santo procedimento e piedade" aqueles que professam estar aguardando, e apressando-se "para a vinda do dia de Deus"? II Ped. 3:12. "E a si mesmo se purifica todo o que nEle tem esta esperança, assim como Ele é puro." I João 3:3. ...
Acidentado é o caminho para o Céu. Acham-se no caminho cardos e espinhos; mas podemos com satisfação trilhar o áspero caminho, sabendo que Jesus, o Rei da glória, uma vez o palmilhou antes de nós. Regozijaremos de poder seguir-Lhe os passos, e ser participantes de Seus sofrimentos, para que afinal partilhemos de Sua glória.
Que será, se são acumuladas sobre mim censuras, mesmo pelos que professam estar aguardando o Senhor? ... Queixar-me-ei, quando Jesus sofreu os escárnios e zombarias de Seu próprio povo? ... Não, não me queixarei; antes me regozijarei e ficarei grandemente alegre por ser havida por digna de sofrer por amor de Cristo, para que minha recompensa esteja no Céu. Tão-somente, que eu tenha uma herança na glória, e isto basta. ...
Esforcemo-nos por ser cristãos (semelhantes a Cristo) em todo o sentido da palavra, e o nosso vestuário, nossa conversação, nosso proceder preguem que Cristo está formado no nosso interior, a esperança da glória, e que estamos aguardando aquele bem-aventurado e glorioso aparecimento. ... Minhas afeições, meus interesses, meu tesouro, tudo, está no glorioso mundo por vir. Anseio ver o Rei em Sua beleza. – Review and Herald, 10 de junho de 1852.

sábado, 10 de dezembro de 2011

"Prontos e Preparados"

Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. Porquanto, se não vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás de modo algum em que hora virei sobre ti. Apoc. 3:3.


"Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te." Os que nasceram de novo lembram-se com que alegria e regozijo receberam a luz do Céu, e quão ansiosos estavam de falar a todos de sua felicidade. ...
"Guarda-o." Isto não quer dizer conservar os pecados; mas guardar o conforto, a fé, a esperança que Deus lhes deu em Sua Palavra. Jamais se desanimem. Um homem desanimado nada pode fazer. Satanás está procurando desanimá-los, dizendo-lhes que não adianta servir a Deus, que isso não vale a pena, e que é melhor desfrutar o prazer e divertimento neste mundo. Mas "que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?" Mar. 8:36. Podem fruir prazeres mundanos a expensas do mundo futuro; mas podem se permitir pagar um tal preço? Cumpre-nos "guardar" e viver segundo toda a luz que recebemos do Céu. Por quê? – Porque Deus quer que nos apeguemos à verdade eterna, e procedamos como Sua mão ajudadora, comunicando a luz aos que não se acham familiarizados com Seu amor por eles. Quando se entregaram a Cristo, assumiram compromisso na presença do Pai, do Filho e do Espírito Santo – os três grandes dignitários do Céu. "Guarda-o", a esse compromisso. ...
O inimigo jamais poderá arrebatar da mão de Cristo àquele que Lhe confia sinceramente nas promessas. Se a pessoa confia e procede em obediência, a mente está susceptível às impressões divinas, e a luz de Deus ilumina o interior, esclarecendo o entendimento. Que privilégios temos em Cristo Jesus! – Manuscrito 92, 1901.
Devemos aguardar com vigilância a vinda do Senhor. ... Todo momento deve ser fielmente empregado. "Aquele, porém, que perseverar até ao fim, esse será salvo." Mat. 10:22. –Review and Herald, 3 de fevereiro de 1903.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Sua Recompensa Está com Ele!!!

Eis que venho sem demora, e o comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras. Apoc. 22:12.


Nosso trabalho aqui deve logo findar, e "cada um receberá o seu galardão, segundo o seu próprio trabalho". I Cor. 3:8. Foi-me mostrada a recompensa dos santos, a herança imortal, e vi que aqueles que tinham suportado tudo pela causa da verdade não pensarão ter tido tempos difíceis, mas considerarão o Céu como muito fácil de ser ganho. –Testemunhos Para a Igreja, vol. 1, pág. 381.
Cada dia mostra a sua relação de deveres não cumpridos, de negligência, de egoísmo, de engano, de fraude, de extorsão. Que quantidade de más obras se está acumulando para o juízo final! Quando Cristo vier... que revelação será feita então! – Testemunhos Para a Igreja, vol. 2, pág. 160.
Toda ato bom e todo ato mau, e sua influência sobre os outros, é examinado pelo Esquadrinhador dos corações, a quem é revelado todo segredo. E o galardão será de acordo com os intuitos que motivaram a ação. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 2, pág. 520.
A vinda de Cristo está próxima e se apressa grandemente. O tempo de trabalho é curto, e estão a perecer homens e mulheres. ... Necessitamos que o poder convertedor de Deus tome posse de nós, de maneira a podermos compreender as necessidades do mundo agonizante. A preocupação de minha mensagem para vocês é: Preparem-se, preparem-se para encontrar-se com o Senhor. Espevitem suas lâmpadas, e façam resplandecer a luz da verdade pelos caminhos e os atalhos. Há um mundo por advertir, do próximo fim de todas as coisas. ...
Necessitamos ter conosco a presença do Espírito Santo de Deus, para que o coração se nos abrande, e não introduzamos um espírito áspero na obra. Oro para que o Espírito Santo tome inteira posse de nosso coração. Procedamos como filhos de Deus, que olham para Ele em busca de conselho, prontos a executar os Seus planos sempre que forem apresentados. Deus será glorificado por um povo assim, e os que testemunharem com zelo, dirão: Amém e amém. – Testemunhos Para a Igreja, vol. 9, págs. 105-108.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

"Vencer o Mundo Pela Fé"

Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. I João 5:4.



Satanás apresenta hoje em dia as mesmas tentações que apresentava a Cristo, oferecendo-nos os reinos deste mundo em troca de nossa submissão. Mas sobre os que olham a Jesus como autor e consumador de sua fé, as tentações de Satanás não têm poder. Ele não pode fazer pecar aquele que, pela fé, aceita as virtudes dAquele que foi tentado em todos os pontos em que nós o somos, mas sem pecado.
"Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16. Aquele que se arrepende de seu pecado e aceita o dom da vida do Filho de Deus, não pode ser vencido. Lançando, pela fé, mão da natureza divina, torna-se filho de Deus. Ele ora, crê. Quando tentado e provado, suplica o poder que Cristo deu ao morrer, e vence pela Sua graça. Isso todo pecador necessita compreender. Ele precisa arrepender-se de seu pecado, precisa crer no poder de Cristo, e aceitar esse poder de salvar e guardá-lo do pecado. – Review and Herald, 28 de janeiro de 1909.
O cristão não deve manter seus hábitos pecaminosos e nutrir seus defeitos de caráter; mas ser renovado no espírito de sua mente segundo a semelhança divina. Seja qual for a natureza de seus defeitos, o Espírito do Senhor os habilitará a discerni-los, e ser-lhes-á dada graça por meio da qual eles sejam vencidos. Pelos méritos do sangue de Cristo podem ser vencedores, sim, mais que vencedores. ...
A verdade precisa ser recebida no coração, e realizará a santificação do caráter. Ela refinará e elevará a vida, habilitando-os para a entrada nas mansões que Jesus foi preparar para os que O amam. O Céu vale tudo para nós, e se o perdermos, tudo perderemos. – Manuscrito 51.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Irrepreensíveis!!!

Na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus. Apoc. 14:5, ARC



O pecado é uma coisa aborrecível. Manchou a beleza moral de grande número de anjos. Penetrou em nosso mundo, e quase apagou a imagem moral de Deus no homem. Em Seu grande amor, porém, Deus providenciou um meio pelo qual o homem pudesse recuperar a posição da qual caíra ao ceder ao tentador. Cristo veio colocar-Se à testa da humanidade, formar em nosso favor um caráter perfeito. ... "A todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus." João 1:12. ...
Que requer o Senhor de Sua herança adquirida a preço de sangue? – A santificação de todo o ser – pureza como a pureza de Cristo, perfeita conformidade com a vontade de Deus. ... Na santa cidade não pode entrar coisa alguma que contamine, ou cometa mentira. ...
Podemos revelar a semelhança de nosso divino Senhor. Podemos conhecer a ciência da vida espiritual. Podemos honrar a nosso Criador. ...
Mais elevado do que o que pode atingir o mais alto pensamento humano, é o ideal de Deus para Seus filhos. Ele quer que nossa mente seja clara, nosso temperamento agradável, sem limites o nosso amor. Então a paz que excede todo entendimento fluirá de nós para beneficiar todos com quem entramos em contato. A atmosfera que nos circunda a alma será refrigerante. ...
Muitos estão se apegando à verdade apenas com a ponta dos dedos. O precioso tempo que poderia ser passado a falar acerca do poder do Salvador para salvar, está sendo gasto por muitos em transmitir boatos. A menos que experimentem decidida mudança, serão achados em falta. A menos que sejam completamente transformados no caráter, nunca entrarão no Céu. ... O homem verdadeiramente convertido não se inclina a pensar ou a falar nas faltas dos outros. Seus lábios se acham santificados, e como testemunha de Deus, dá testemunho de que a graça de Cristo lhe transformou o coração. ... Só entrarão no Céu aqueles que venceram a tentação de pensar e falar mal. – Review and Herald, 24 de novembro de 1894.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Viver Justa e Piamente!!!

Vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus. Tito 2:12 e 13.


Oh, que nosso coração seja profundamente impressionado com a importância de viver vida santa, a fim de que o mundo reconheça que estivemos com Jesus, e dEle aprendemos! O valor cristão não depende de brilhantes talentos, nascimento elevado, maravilhosas faculdades, mas de um coração puro – um coração que, purificado e refinado, reflete a imagem da divindade. É a presença dAquele que deu a Sua vida por nós que torna a alma bela. ... São os homens de oração que são homens de poder. Eles serão habilitados a conduzir pecadores à ceia das bodas do Cordeiro. ...
Não permitam que coisas frívolas lhes absorvam o tempo e a atenção. Conservem a mente nos gloriosos temas da Palavra de Deus. O estudo desses temas lhes dará uma resistência que os conduzirá através das provas e dificuldades dos últimos dias, e os levará à condição de poder andar com Cristo de vestidos brancos, porque são dignos. Na Palavra de Deus, estudada e obedecida, possuímos um guia espiritual e um instrutor pelos quais as piores formas do mal existentes em nós podem ser postas sob a disciplina de Sua lei. Se os ensinos desta Palavra fossem tornados a influência controladora de nossa vida, se a mente e o coração fossem colocados sob seu poder refreador, os males que agora existem na igreja e nas famílias não teriam lugar. Sobre as famílias convertidas desceriam as mais puras bênçãos, e delas sairia uma influência que tornaria o povo de Deus um poder em favor da verdade. ...
É agora o tempo de vigiar e orar, de afastar toda condescendência egoísta, todo orgulho, todo egoísmo. Os preciosos momentos agora mais que desperdiçados por muitos, seriam empregados em meditação e oração. ...
No dia da coroação de Cristo Ele não reconhecerá como Seu quem quer que apresentar mancha ou ruga ou coisa semelhante. Mas aos Seus fiéis dará Ele coroas de glória imortal. – Review and Herald, 24 de novembro de 1904.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Sóbrios e Vigilantes em Oração!

Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações. I Ped. 4:7.


A admoestação ao Israel de hoje, é: "Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações." "Quanto aos moços, de igual modo, exorta-os para que, em todas as coisas, sejam criteriosos. Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras. No ensino, mostra integridade, reverência, linguagem sadia e irrepreensível, para que o adversário seja envergonhado, não tendo indignidade nenhuma que dizer a nosso respeito. Quanto aos servos, que sejam, em tudo, obedientes ao seu senhor, dando-lhe motivo de satisfação; não sejam respondões, não furtem; pelo contrário, dêem prova de toda a fidelidade, a fim de ornarem, em todas as coisas, a doutrina de Deus, nosso Salvador." Tito 2:6-10. Resistam ao inimigo; não sejam seduzidos por suas lisonjeiras sugestões e apresentações. É a obra do instrumento humano ser forte, não em sua resistência finita, mas na força do Senhor, no poder de Sua força. ...
Disse Cristo: "Sem Mim nada podeis fazer." João 15:5. As resoluções que fizerem em sua própria força finita, serão apenas como cordas de areia; se, porém, oram em sinceridade, entregando-se de corpo, alma e espírito a Deus, colocam toda a armadura de Deus, e abrem o coração à justiça de Cristo, e a ela unicamente – a imputada justiça de Cristo os torna capazes de subsistir contra as astutas ciladas do diabo. A obra de cada pessoa é resistir ao inimigo na força e poder do Senhor Jesus Cristo, e a promessa é que o diabo fugirá de nós. Compreendam todos, porém, que se acham em perigo, e não há certeza de segurança a não ser quando eles cumprem as condições do texto. Diz o Senhor: "Acheguem-se a Deus." Como? – Por íntimo, sincero exame de seu coração; por uma infantil, sincera, humilde confiança em Deus, confessando a Jesus sua fraqueza; e confessando os seus pecados. Assim poderão achegar-se a Deus, e ele Se achegará a vocês. – The Youth’s Instructor, 8 de fevereiro de 1894.