quinta-feira, 6 de maio de 2010

Deus fala conosco


Hebreus 1:1, 2 - Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho. 

Um homem foi consultar o médico, com uma lista de preocupações e temores. O sábio doutor aconselhou o paciente a tirar um dia de folga e ir à praia. No fim da consulta o médico colocou-lhe na mão um envelope, dizendo-lhe que só deveria abri-lo quando chegasse ao seu destino.
O homem descobriu um lugar tranquilo, junto a uma praia e abriu o envelope. Num pequeno pedaço de papel ele leu as palavras: “Ouça com atenção.” Mais tarde ele contou que, pela primeira vez, em muitos anos, ouvira o ruído das ondas, o canto dos pássaros e o assobio do vento. Às vezes, Deus fala através da beleza da Criação.
Uma senhora tinha uma filha de dezoito anos, a qual foi andar a cavalo, mas caiu e morreu. A mãe a havia visto sair a galope com os cabelos esvoaçando e as faces radiantes. E então a viu ser trazida de volta com os olhos fechados e tendo no rosto a palidez da morte. Ela não conseguia aceitar essa tragédia nem superar esse golpe.
Decidindo viajar para tentar esquecer, ela se dirigiu a um lugar calmo, no interior. Mas a terrível lembrança da tragédia a acompanhou. Um dia, porém, ao entardecer, ela tomou a Bíblia e começou a ler. Leu o Salmo um, o dois, e assim sucessivamente, até o último. Ao terminar, fechou a Bíblia e permaneceu sentada e em silêncio, perdida em seus pensamentos. Então disse a si mesma, com convicção: “Os homens que escreveram esses salmos sabiam tudo a respeito da vida! Eles experimentaram sofrimentos como o meu e encontraram a resposta. E eu também.”
A partir daquele momento ela recuperou o equilíbrio emocional e conseguiu retomar sua vida. Ela disse que os salmos lhe deram a resposta que procurava. Deus fala através das Escrituras e de muitas outras maneiras.
A revelação da verdade redentiva foi dada gradualmente, através de várias pessoas, e em épocas diferentes. A medida da revelação foi adaptada à capacidade humana para recebê-la. Ao vir a plenitude dos tempos, veio também a plenitude da revelação divina, através de Jesus Cristo, o qual revelou a essência e o coração do Pai. “Quem Me vê a Mim vê o Pai”, disse Ele (Jo 14:9).
Deus nos fala ainda hoje. Ouçamos Sua voz e falemos com Ele também.

2 comentários:

  1. Oi!
    gostei do seu blog..parabéns!
    Deus continur te usando!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Obrigada!
    Quero convidar vc para ser uma seguidora.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário, volte para ver a resposta!?!